Blog da Tecnologia Assistiva

0
Tecnologia Assistiva: Inventor acredita que veículo possa mudar relação dos usuários com outras pessoas

MILÃO — O italiano Mario Vigentini criou uma cadeira de rodas que pode mudar a relação de deficientes com outras pessoas. Elétrica e ergonómica, a Marioway é inspirada no Segway, veículo de transporte elétrico sobre duas rodas. Ela pode ser conduzida sem as mãos e preza pelo conforto do usuário, facilitando tarefas cotidianas, como pedir um café no balcão de uma padaria ou pegar um livro de uma prateleira alta.

Marioway é o resultado de seu trabalho como educador de jovens com deficiências, tanto físicas e mentais. “Tem sido uma aventura incrível”, afirmou. “Eu queria criar um instrumento de integração social”, disse Vigentini, de 45 anos, à AFP, na sede da sua empresa em Bergamo.

O que o levou a inventar essa cadeira foi o desejo de mudar “a atitude das pessoas, cheias de preconceitos”. Segundo ele, algumas pessoas tratam os eficientes como se fossem crianças. Com isso, Vigentini lamenta perceber o quanto a assimetria física afeta as relações sociais.

Para mudar as barreiras, ele pensou em um assento ergonômico, como aqueles usados em muitos países nórdicos e tornaram-se moda em cidades turísticas com o Segway.

“Nove em cada dez pessoas para quem contava minha ideia me olhavam como se eu fosse um extraterreste”, contou.

Mesmo assim seguiu em frente e, em 2012, decidiu participar de um concurso em Nápoles, no sul do país, para inventores, onde configurou entre os finalistas.

Vigentini ressaltou que, em uma cadeira de rodas tradicional, “a pessoa está em uma posição onde todos os ângulos estão fechados e os órgãos do tronco superior estão comprimidos”.No entanto, em sua invenção, ele disse que o oposto acontece. O veículo, como prefere chamá-la, tem algumas “sensores que lêem a posição do corpo” e isto permite a condução.

PUBLICIDADE

A cadeira inovadora também preza pela independência da pessoa, facilitando alguns gestos que antes pareciam impossíveis. Lançada há algumas semanas, a novidade custa 19,3 mil euros (aproximadamente R$ 70,8 mil), um preço ainda bastante alto se comparado a uma cadeira de rodas elétrica, cujo valor é de cerca de 1,5 mil euros (R$ 5,5 mil).

“Estamos fazendo todo o possível para conseguir um preço mais democrático”, afirmou Vigentini, que espera reduzir seu valor para 10 mil euros (R$ 36,7 mil) após a entrada de um parceiro industrial.

Marioway, que viaja a 20 quilômetros por hora e tem um alcance de 30 quilômetros, foi apresentado em junho para os ministros dos Transportes da reunião do G-7 na Itália, a exemplo do futuro da mobilidade.

 

Fonte: https://oglobo.globo.com/sociedade/cadeira-de-rodas-inova-ao-se-adaptar-cotidiano-de-deficientes-21641990 

Comments ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *